top of page
  • Foto do escritorDaniel Pellegrini Lemos

Sociabilização Felina

Olá amiga(o) gateira(o), seja bem-vinda(o) a bordo!

 

   Hoje começaremos a falar sobre o processo de desenvolver relações positivas para que os gatos aprendam a se relacionar socialmente com humanos e demais animais.



Sociabilização Felina

Como explicamos antes, gatos possuem seu próprio “tempo e espaço”. Assim, é preciso apresentá-los devagar, com muita calma e de forma controlada às diferentes situações cotidianas que farão parte das suas vidas. Esses “acontecimentos” – que são muito importantes e marcantes em sua vida e por isso merecem atenção especial – são por exemplo o primeiro contato com pessoas ainda desconhecidas, as idas ao veterinário, novos barulhos, novos cheiros, novos objetos da casa, etc.

 

   Abordando esse tema desde o início da vida do gato e pensando no seu processo de desenvolvimento, a fase mais sensível é o tempo entre a segunda e oitava semana de vida, o que significa que as experiências acumuladas nesse período serão determinantes na sua personalidade e comportamento quando adultos. Por isso é muito importante que as experiências positivas acumuladas nesse período sejam frequentes – Chamamos isso de reforço positivo! - a fim de evitar comportamentos indesejáveis no futuro.

   Importante realçar que esse processo de exposição e reforço positivo deve ser contínuo, a fim de garantir a manutenção das habilidades conquistadas.

 

   O maior desafio nesse processo inicial de sociabilização para a pessoa que fará esse trabalho é que não devemos separar o filhote da sua mãe e irmãos antes de 8 semanas de vida, justamente durante o melhor período para trabalhar os reforços positivos!

   Claro, assim seria num cenário ideal, mas infelizmente na grande maioria das vezes, muitos tutores só tem contato com seus gatos quando esses já estão separados de sua ninhada e depois desse período de 8 semanas.

   Por isso, é muito importante conhecer o que pode ser feito depois! Assim, não perca os próximos posts, quando abordaremos esse tema.

 

E como foi com seu gato? Que idade ele tinha quando entrou na sua vida? Como foi esse encontro? Conta pra gente!!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page